II CIGB: DIA 3 – O Jiu-Jitsu GB

O Jiu-Jitsu GB, esse foi o tema que marcou o encerramento da II Conferência Internacional Gracie Barra. Nada mais adequado para finalizar com chave de ouro os 3 dias de fraternidade entre todos que participaram desse marco na história da GB no Brasil!

Abrimos o domingo com os irmãos Estima. Juntos esses dois trouxeram  aos tatames da CIGB toda a experiência adquirida em diversas conquistas nos Mundiais (IBJJF), ADCCs, Europeus, Pan Americanos, Brasileiros entre tantos outros, que fizeram deles grandes nomes do jiu-jitsu desportivo!

Braulio e Victor abordaram um dos temas mais polêmicos nas competições: a guarda “fifty-fifty” (50/50). Dicas valiosas de como inverter o jogo dessa situação e algumas pegadas das costas. Ambos ressaltaram importantes detalhes para ajudar aos adeptos da “fifty” a deixarem o jogo mais dinâmico e menos truncado.

Logo após, o autor do rap mais famoso da Gracie Barra, o professor Rafael Freitas, o “Barata”, apresentou um seminário voltado para as variações do golpe de sua autoria o: “Baratoplata”. Essa chave que finaliza com uma pressão fora do comum, fez a cabeça da galera e levou amuitos dos que estavam presentes a optarem por inclui-la em suas listas de técnicas favoritas.

Depois da sequência de estudos específicos com esses dois super seminários, tivemos o Desafio BarraFit Performance 300. Vivi Almeida deu as coordenadas para os participantes: concluir o maior número de repetições (de diferentes movimentos) em 10 minutos! O resultado? Muito esforço e suor entregues por todos. Entre os vencedores do desafio ficaram os professores  Flavio Almeida (1º) e Victor Estima (2º); no feminino o 1º lugar foi para a faixa azul, Ana Clara Tauil (GB Av. das Américas – RJ) – também campeã no II Brasileiro Interno GB.

Na parte da tarde, os campeões do cinturão do  Brasileiro GB 2017, Claudio “Calloquinha” e Sergio Benini trabalharam excelentes passagens de guarda com a galera. Com movimentos justos, sem dar espaço para o oponente raspar ou repor a guarda,  os mineiros mostraram um pouco do jogo de pressão que levam para as competições.

O encerramento do último dia da segunda edição da CIGB aconteceu com o “Jiu-Jitsu Clássico” do Mestre Carlos Gracie Jr.  O fundador da Gracie Barra, aos longos dos seus 62 anos de vida literalmente vividos nos tatames, não tem dúvidas sobre a eficiência das técnicas básicas. Na ocasião, tivemos a promoção dos novos(as) faixas pretas do time, assim como a atualização dos graus de alguns alguns professores.

Com a certeza de mais um sucesso – o que não nos isenta de buscarmos a perfeição sempre, escrevemos mais um capítulo para a história da Gracie Barra no Brasil. De uma escola no Rio de Janeiro para mais de 700 unidades no mundo, essa Conferência serviu como inspiração e confirmação de que aqueles(as) que se dedicam integralmente ao time, que permanecem leais aos objetivos coletivos e esforçam-se para ajudar ao seus próprios irmãos de equipe, não terão outro destino a não ser o de uma escola maior, melhor e mais forte.

A Gracie Barra Brasil agradece a cada pessoa que fez da II CIGB possível! Todos os professores(as) e instrutores presentes, membros da organização que se dedicaram de corpo e alma para que isso acontecesse, aos nossos palestrantes, seminaristas, atletas, equipes de cobertura entre tantos outros envolvidos que não foram citados, mas tem sua parcela de participação.

GRACIE BARRA

JIU-JITSU PARA TODOS!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *